Mesmo jogando mal e pressionado pela torcida Náutico vence e volta para o 2º lugar

26/02/2012 at 18:02 Deixe um comentário


Por Bruno Petronilo

O Náutico voltou a vice-liderança do Pernambucano 2012. Mas não foi com tranquilidade. Apesar de vencer por 3×1 o time viveu momentos tensos com pressão, vaia e discussão com a torcida. O resultado não escondeu as falhas da equipe e deixou um clima tenso dentro dos Aflitos.

O Primeiro tempo foi bem disputado e equilibrado. As duas equipes tiveram chances e poderiam sair com a vitória. O Náutico mostrou mais eficiência nas finalizações e ainda contou com o goleiro Gideão. Muitas falhas no sistema defensivo alvirrubro fizeram a equipe passar sufoco e o goleiro ser o destaque.

Foi o Náutico quem tomou a iniciativa e por pouco não abriu o placar logo aos dois minutos. Eduardo Ramos lançou Derley que cara a cara com Delone chutou por cima do gol. Na primeira finalização do Belo Jardim já pintou a estrela de Gideão. Thiago Santos deixou Toti cara a cara, o lateral chutou, Gideão espalmou e Douglas salvou em cima da linha aos 14 minutos.

O Náutico voltou a assustar por duas vezes seguidas com Siloé. Ele apareceu ambas as vezes livre para cabecear após escanteio, mas mandou por cima do gol. O jogo seguiu equilibrado com as duas equipes buscando o gol. Até que aos 30 minutos Siloé chutou cruzado, Delone espalmou e a bola sobrou para Derley empurrar para as redes e abrir o placar.

Mais tranquilo com a vantagem no placar o Náutico chegou a ter o domínio do jogo e não demorou para ampliar o marcador. Aos 33 minutos, após escanteio cobrado a zaga cortou e Douglas chutou de fora da área, sem chances para Delone, 2×0.

O Técnico Leivinha mexeu no Belo Jardim tirou o meia Péricles e colocou o atacante Chicão. Logo no primeiro minuto em campo o atacante perdeu um gol feito. Fábio Recife cobrou falta e Gideão fez grande defesa. No rebote Chicão mandou por cima do gol. Mas o Calango conseguiu empatar aos 38 minutos de jogo. Candinho foi derrubado por Gustavo na área e o árbitro marcou pênalti. Fernandinho bateu com muita categoria, sem chances para Gideão e diminuiu o placar.

O Timbu sentiu o golpe do gol tomado. O Belo Jardim passou a ter mais posse de bola e pressionou nos minutos finais da etapa inicial. E aos 45 minutos quase consegue o empate. Toti recebeu, arrancou, passou por toda zaga do Náutico e chutou rasteiro. Gideão fez uma defesa espetacular e garantiu a vitória parcial, mas não evitou algumas vaias da torcida após o apito final do primeiro tempo.

Na etapa final o Náutico voltou ainda demonstrando ter sentido o gol sofrido. O Belo Jardim dominou os dez minutos iniciais. Só depois de tomar pressão foi que o Timbu reagiu e saiu mais para o jogo. Porém pressionado pela torcida demorou para definir o jogo.

O Belo Jardim quase empata o jogo logo aos seis minutos. Fernandinho arriscou de longe e a bola explodiu na trave de Gideão. O Náutico só respondeu aos 14 minutos quando Eduardo Ramos recebeu na entrada da área, limpou o zagueiro e chutou para defesa de Delone em dois tempos.

O jogo ficou fraco, sem muitas emoções. A torcida pegando no pé de alguns jogadores do Náutico e do técnico Waldemar Lemos. Prova disso foi uma discussão do treinador com torcedores após reclamação por substituição. E um lance aos 27 minutos quando Derley tentou puxar contra-ataque, mas ninguém acompanhou e ele foi obrigado a parar e recuar a bola. A torcida ficou revoltada.

Mas aos 28 minutos Siloé tirou o sufoco de cima do Náutico. Após cruzamento de Marlon, a zaga não afastou e Siloé chutou para o fundo do gol. Parecia que o clima ficaria mais tranquilo. O Náutico administrou o resultado até o fim do jogo. O Belo Jardim tentou reagir, mas esbarrou na falta de qualidade e na marcação alvirrubra.

Os minutos finais da partida foram marcados pelo clima pesado. Jogadores do banco de reservas discutiram com torcedores das sociais. Eduardo Ramos chegou a jogar água. No fim a policia protegeu o banco e a saída do Náutico que venceu o jogo, mas ouviu um misto de vaias e aplausos ao fim da partida.

Ficha do Jogo

Náutico: Gideão; Marquinho, Marlon, Gustavo e Douglas Santos(Phillip); Souza (Henrique), Lenon, Derley, Eduardo Ramos(Doriélton) e Auremir; Siloé  Técnico: Waldemar Lemos

Belo Jardim: Delone; Toti, Alenílson, Laerson e Fernandinho; Fábio Recife, Eduardo Eré, Péricles (Chicão) e Rogério Manaus; Thiago Santos (Brasinha) e Candinho (Parral) Técnico: Leivinha

Árbitro: Nielson Nogueira Dias   Assistentes: Pedro Wanderley e Paulo Stefanello

Gols: Derley, Douglas Santos e Siloé (Náutico); Fernandinho (Belo Jardim)

Cartão Amarelo: Derley (Náutico); Alenílson (Belo Jardim)

Público: 10 065 Renda: R$ 85 137

Anúncios

Entry filed under: Ah é Pernambuco!. Tags: , , .

Zé Teodoro ratifica que equipe vai se classificar às semifinais do Pernambucano, mas evita empolgação pelos 6×0 Fazendo jus ao apelido de maestro, Weslley comenta volta em grande estilo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS


Acompanhe o Goleada PE!

Siga o Goleada PE no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Apoio

Blog filiado a ACDP

fevereiro 2012
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

%d blogueiros gostam disto: