Com três gols de Marcelinho, Sport vira e alivia crise

11/02/2012 at 19:59 Deixe um comentário


Por Bruno Petronilo

Foi díficil, mas o Sport conseguiu aliviar a crise que se instaurou na Ilha do Retiro após a derrota para o Ypiranga. Jogando mal no primeiro tempo o Leão chegou a ficar em desvantagem de 2×0. Mas reagiu no segundo tempo e com três gols de Marcelinho virou para 4×2. O Leão voltou a rugir em sua “jaula”, diminuiu a pressão e assumiu a vice-liderança da competição.

Diferente do que se esperava o Porto não veio fechado. O Gavião se atirou para cima do Sport. Inclusive iniciando a marcação na saída de bola dentro do campo de defesa leonino. O Sport teve dificuldades para armar. E quando conseguia esbarrava na falta de qualidade e confiança na hora do último passe.

O Porto acabou sendo o responsável pela primeira jogada perigosa. Aos sete minutos Aílton chutou cruzado e Magrão fez uma grande defesa. O Sport respondeu no minuto seguinte em tabela de Marcelinho com Jheimy, mas o atacante pegou mal na bola que subiu demais e ficou com a defesa do Poorto.

O Leão quase chega ao gol aos 14 minutos após boa troca de passes que resultou em cruzamento de Marcelinho Paraíba. Mas Rodolfo Potiguar se antecipou a Jheimy e mandou para escanteio. E o Sport acabou sendo castigado por não aproveitar suas chances.

Após desperdiçar um bom contra-ataque o time rubro-negro viu Joélson partir em liberdade e chutar para Magrão mandar para escanteio. Na cobrança Cássio cruzou e Kiros cabeceou para o fundo do gol, fazendo 1×0 aos 25 minutos. O Sport se abalou e o Porto aproveitou. Aos 28 minutos Kiros foi derrubado por Bruno Aguiar na área. Pênalti que Joélson cobrou com forte e no alto, sem chances para Magrão.

Com o 2×0 e a torcida começando a protestar o Sport demorou um pouco para acordar. Mas com paciência o time chegou ao seu primeiro gol. Aos 33 minutos, Jheimy cruzou visando Marcelinho, mas Aílton se antecipou e mandou contra a própria meta, 2×1.

Aí a torcida do Sport voltou a empurrar o time em busca do empate. A equipe lutou, mas não conseguiu chegar ao gol. No último minuto, Marcelinho caiu na área e todo o time do Sport pediu pênalti. Mas o árbitro não deu.

O Segundo tempo começou fraco tecnicamente. O Porto mais preocupado em marcar. O Sport buscando pressionar de todo jeito. E o time rubro-negro seguiu errando muitos passes. O Primeiro lance de perigo só veio aos 15 minutos. Foi quando Marcelinho cobrou falta e Jheimy cabeceou por cima do gol perigosamente.

Superior em campo o Sport voltou a assustar aos 24 minutos. Milton Júnior fez boa jogada e chutou em cima da zaga. No rebote ele tocou para Marquinhos Paraná que ajeitou para Jheimy. O Atacante dominou e chutou para boa defesa de Romero.

O Sport enfim conseguiu chegar ao empate aos 27 minutos. Marcelinho Paraíba cobrou falta com muita categoria no Ângulo de Romero.  Um golaço. Gol que animou o time em campo. O Leão partiu em busca da virada. O Porto se preocupou em segurar o resultado.

E nos minutos finais de jogo o time rubro-negro construiu a virada. Aos 39 minutos, Marcelinho foi derrubado por Romero na área. Pênalti que o mesmo Marcelinho cobrou com força e alto no canto esquerdo de Romero que caiu para o direito. Três minutos após a virada veio o quarto gol. Jheimy foi derrubado na área e o juiz marcou novo pênalti. Marcelinho bateu no mesmo canto, Romero caiu certo, mas não defendeu, 4×2.

Aí o Sport respirou aliviado. Passou a administrar o resultado. Completamente batido o Porto não esboçou reação. E o Sport conseguiu voltar a vencer no estadual, deixando o clima mais tranquilo na semana do clássico com o Santa Cruz.

Ficha do Jogo

Sport: Magrão; Milton Júnior(Jackson), Tobi, Bruno Aguiar e Rivaldo; Hamílton, Marquinhos Paraná, Diogo(Anderson Paraíba) e Marcelinho Paraíba; Jheimy e Marquinhos Gabriel (Thiaguinho)   Técnico: Mazola Júnior

Porto: Romero, Aílton, Moisés, Luiz Alberto (Alemão) e Aírton; Marquinhos Carioca, Evandro, Rodolfo Potiguar e Cássio; Joélson e Kiros(Jefferson Renan).  Técnico: Laélson Lima

Árbitro: Nielson Nogueira Dias    Assistentes: Elan Vieira e Paulo Stefanello

Gols: Aílton (contra) e Marcelinho Paraíba (3) (Sport); Kiros e Joélson (Porto)

Cartão Amarelo: Bruno Aguiar (Sport); Kiros, Rodolfo Potiguar, Romero, Evandro e Moisés (Porto)

Público:  13 038 torcedores Renda: R$ 62 270,00

Anúncios

Entry filed under: Ah é Pernambuco!. Tags: , , , , , .

João Ananias é vetado e Náutico segue indefinido Diogo analisa virada sobre o Porto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS


Acompanhe o Goleada PE!

Siga o Goleada PE no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Apoio

Blog filiado a ACDP

fevereiro 2012
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

%d blogueiros gostam disto: