Santa Cruz vence apenas por 1 a 0 e decisão fica para Coruripe

26/09/2011 at 00:28 Deixe um comentário


Thiago Cunha marcou gol salvador que dá vantagem mínima ao tricolor

Por Aurino Rosendo

O Santa Cruz venceu, mas não convenceu nesta tarde de domingo (25). O magro 1×0 coloca o tricolor em vantagem para o segundo jogo, porém o fantasma da desclassificação segue vivo, com base nos últimos anos. O gol tricolor foi marcado por Thiago Cunha, aos 26 minutos da primeira etapa.

Agora, o Santa Cruz terá no próximo sábado (01), em Coruripe, a vantagem para o segundo confronto com o Hulk alagoano. Qualquer empate classifica o tricolor. Derrota por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis e derrota por dois ou mais gols de diferença, elimina o sonho coral do acesso.

O jogo era tido como uma guerra e no campo de batalha não faltou apoio a equipe. As forças especiais das arquibancadas, se fizeram presentes e em grande número (44.252 pessoas) para incentivar o Santa Cruz na peleja.

Com a bola rolando, os atletas corais foram em busca de honrar as tradições que representavam suas vestimentas. Porém, o peso da responsabilidade foi sentido sobre as cabeças dos jogadores. Demorou até que o Santa se ajustasse em campo. O primeiro grande lance só foi acontecer aos 30 minutos, para delírio da multidão tricolor.

O estreante Washington sofreu falta pouco depois da entrada da intermediária adversária. Usando a ineligência, Weslley efetuo a cobrança rapidamente, dando passe para Dutra, que cruzou rasteiro, atrapalhando o goleiro, que conseguiu impedir Fernando Gaúcho de tocar na bola, mas não Thiago Cunha. O rebelde atacante coral, empurrou a pelota para o fundo das redes e abriu o placar.

Após abrir o marcador, o Santa se tranquilizou. O problema é que foi além da conta e o Coruripe aproveitou o relaxamento para tirar uma carta da manga. O trunfo da equipe alagoana veio por acaso. Aos 35 minutos, o atacante Dinda sofreu contusão e foi substituído por Lindoval. A alteração marcou o início dos problemas do Santa Cruz na partida.

O camisa 17 da equipe alagoana, entrou em campo simplesmente endiabrado. O jogador deu outra cara ao Coruripe e para piorar, fez boa jogada pelo lado esquerdo de ataque, cruzando na medida para Paulinho Marília entrar com bola e tudo no gol. A sorte do Santa foi que o gol foi anulado por impedimento.

O primeiro tempo chegou ao fim com o Santa Cruz vencendo, mas sendo pressionado. No segundo tempo, era necessário um pouco mais de gás por parte do tricolores para que as coisas melhorassem. Mas, o que se viu foi a coisa desandar.

O tal do Lindoval abusou se jogar bola e o meio de campo coral estava com as engrenagens, muito pela falta de entrosamento de Washington com os companheiros. Para complicar ainda mais, aos 6 minutos, Leandro Souza teve Lindoval pela frente e única saída para o zegueiro foi fazer a falta. Acabou sendo expulso de campo e o Santa ficou com um a menos.

Dessa forma a situação da equipe tricolor não era das melhores. Com menos um, tendo um jogador adversário querendo mostrar serviço a todo custo e com as pernas pesando, em virtude do cansaço, esboçar uma reação seria uma missão quase impossível.

O técnico Zé Teodoro notou isso e tratou de garantir o resultado. Assim que perdeu Leandro Souza, sacou Natan do time e colocou Everton Sena. Depois tirou Thiago Cunha e pôs Jefferson Maranhão em Campo. Por fim, ele substituiu Jeovânio por Washington. E o tricolor se limitou a segurar o resultado.

Dada a falta de qualidade do Coruripe, que não conseguiu converter em boas jogadas a superioridade numérica, o Santa Cruz conseguiu o queria e acabou garantindo a vitória pelo placar mínimo. A vitória não foi muito bem aceita pelo torcedor. Ao final do jogo, ouviu-se um misto de aplausos comedidos e vaias.

Ficha do jogo

Escalações:
Santa Cruz – Tiago Cardoso, Memo, Leandro Souza, André Oliveira e Dutra; Chicão, Weslley, Washington (Jeovânio) e Natan (Éverton Sena); Thiago Cunha (Jefferson Maranhão) e Fernando Gaúcho. Técnico: Zé Teodoro

Coruripe/AL – Santos; Alex Muricy, Leandro, Mendonça (Padilha), Paulinho; Jaelson (Jair), Anderson, Juan e Jonantas; Paulinho Marília e Dinda (Lindoval) Técnico: Freitas Nascimento

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP) Auxiliares: Vicente Romano Neto e Fábio Rogério Baesteiro, ambos de São Paulo.
Gol: Thiago Cunha
Cartões Amarelos: Memo e Thiago Cunha, pelo Santa Cruz. Jaelson, Jonatas e Jair, do Coruripe. Cartão Vermelho: Leandro Souza.

Público: 44.642 Renda: R$ 454.245

Anúncios

Entry filed under: Ah é Pernambuco!. Tags: , , , .

Confira imagens do jogo Sport x Vitória Zagueiro Raul vai estrear pelo Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS


Acompanhe o Goleada PE!

Siga o Goleada PE no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Apoio

Blog filiado a ACDP
setembro 2011
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

%d blogueiros gostam disto: